Home Tutoriais Banco de Dados Adicionar um novo registro ao banco


Os registros podem ser introduzidos a partir de sentenças que empregam a instrução Insert.

A sintaxe utilizada é a seguinte:

Insert Into nome_tabela (nome_campo1, nome_campo2,…) Values (valor_campo1, valor_campo2…)

Um exemplo simples a partir da nossa tabela modelo é a introdução de um novo cliente que seria feito com uma instrução deste tipo:

Insert Into clientes (nome, sobrenomes, endereço, cidade, código postal, e-mail, pedidos) Values (‘Pedro’, ‘Palotes’, ‘Percebe n°13’, ‘Londrina’, ‘123456’, ‘pedro@criarweb.com’, 33)

Como se pode ver, os campos não numéricos ou booleanos vão delimitados por apóstrofes: ‘. Também é interessante ver que o código postal foi salvo como um campo não numérico. Isto é devido a que em determinados países (Inglaterra,por exemplo) os códigos postais contém também letras.

Nota:  Se desejarmos praticar com um banco de dados que está vazio, primeiro devemos criar as tabelas que vamos preencher. As tabelas também se criam com sentenças SQL e aprendemos a fazer isso no último capítulo.Embora, de qualquer forma, pode ser que seja mais cômodo utilizar um programa com interface gráfica, como Access, que pode nos servir para criar as tabelas em banco de dados do próprio Access ou por ODBC a outros bancos de dados como SQL Server ou MySQL, por dar dois exemplos.

Outra possibilidade em um banco de dados como MySQL, seria criar as tabelas utilizando um software comoPhpMyAdmin.

Obviamente, não é imprescindível preencher todos os campos do registro. Porém, poder ser que determinados campos sejam necessários. Estes campos necessários podem ser definidos quando construirmos nossa tabela mediante o banco de dados.

Nota: Se não inserirmos um dos campos no banco de dados se iniciará com o valor padrão que tivermos definido na hora de criar a tabela. Se não houver um valor padrão, provavelmente se inicie como NULL (vazio), no caso de que este campo permita valores nulos. Se esse campo não permitir valores nulos (isso se define também ao criar a tabela) o mais seguro é que a execução da sentença SQL nos dê um erro.

É muito interessante, já veremos mais adiante o porquê, o introduzir durante a criação de nossa tabela um campo auto-incrementável que nos permita atribuir um único número a cada um dos registros. Deste modo, nossa tabela clientes apresentaria para cada registro um número exclusivo do cliente que será muito útil quando consultarmos várias tabelas simultaneamente.

Fonte: http://www.criarweb.com/artigos/552.php

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.