Home Tutoriais Desenvolvimento Algoritmos – Identificadores, Variáveis, Constantes e Tipos de Dados – Parte 2


VARIÁVEIS

Na matemática o termo “variável”, pode assumir valores diferente dependendo do cálculo empregado, ou seja como o próprio nome diz variável tem em seu conteúdo valores variáveis. Na programação a teoria de variáveis tem o mesmo conceito e com alguns diferenciais; o valor da variável sempre conterá somente um valor e ocupara um determinado espaço na memória.

O tamanho que a variável ira ocupar na memória dependerá do tipo de dados que esta variável ira suportar, mas o espaço reservado a uma variável sempre estará reservado a ela, ou até que o programa se finalize, ou seja mesmo o valor de uma variável não ocupar todo o espaço reservado a ela, este espaço continuará reservado, dai a necessidade de se conhecer os “Tipos de Dados”, para podermos analisar qual o tipo de dado mais apropriado para cada variável.

Ex.:

Variável Descrição Tipo Valores Permitidos
CODFUN Código Funcionário Inteiro 1, 2, 100, 153 etc
NOME Nome da Pessoa Texto Maria, João, José, etc
VALOR Salário da Pessoa Real 260,62 – 12.983,57, etc

 

 CONSTANTES

Diferente das variáveis, as constantes receberão um valor ao iniciar o programa e este valor é inalterável durante a execução do programa. As constantes são muito utilizadas quando temos que fazer referência a um determinado termo várias vezes; o que dificulta na hora da atualização do programa.

Imagine que você tenha um programa financeiro de 2500 linha de programação que faça cálculos de juros sobre salário, sobre rendimentos, sobre aplicações e posteriormente esta taxa de juros muda; se você não faz o uso de constantes você tem que percorrer todas as linha de comando do seu programa localizar onde estão os valores correspondentes as taxas de juros e alterá-las, um trabalho extremamente cansativo, mas se você faz o uso de constantes basta mudar o valor da taxa de juros contido na declaração da constante no inicio dos comando que todo o seu programa esta atualizado automaticamente, já que durante a execução ele fará referência a uma constante que esta com o valor dos juros alterados. As constantes obedecem às mesmas leis de identificadores das variáveis.

 

TIPOS DE DADOS

Como já dissemos para declararmos as variáveis precisamos indicar ao programa qual tipo de dados esta variável ira receber, para que não falte e nem sobre espaço na memória pois isto limita a eficiência e velocidade de execução de um programa, ou ainda determinar um tipo errado a sua variável.

Embora uma variável de tipo ‘TEXTO’ aceitar um número, não conseguimos executar cálculos com esse número já que a propriedade do tipo “TEXTO” não nos permite, tão operação. Devido a isto o estudo de “Tipos de Dados” é muito importante para a programação.

Basicamente possuímos três classes de dados; simples, lógica e estruturadas. Veremos estas classes.

 

Classe de dados “Simples”

Integer – recebe números inteiros. Neste tipo de dados temos outros subtipos que seguem a mesma teoria de dados, com algumas diferencias. Veja o quadro

Tipo Valor mínimo Valor máximo Bytes ocupados
INTEGER -32768 32767 2
SHORTINT -128 127 1
BYTE 0 255 1
WORD 0 65535 2
LONGINT -2147483648 2147483647 4

 

Real – recebe números reais. Da mesma forma que as do tipo “integer” as variáveis do tipo real possui as seus subtipos. Vejamos o quadro.

Tipo Valor Mínimo Valor Máximo Bytes Ocupados Dígitos Significativos
REAL 2,9 x 10 -39 1,7 x 10 38 6 11-12
SINGLE 1,5 x 10 -45 3,4 x 10 38 4 7-8
DOUBLE 5,0 x 10 -324 1,7 x 10 308 8 15-16
EXTENDED 3,4 x 10 -4932 1,1 x 10 4932 10 19-20
COMP -2 63 + 1 2 63 – 1 8 19-20

 

Char – representa um único caracter, escrito entre apóstrofos ( ‘ ). A maioria dos computadores utilizam a tabela de códigos ASCII para representar todos os caracteres disponíveis. Exemplos:

‘A’, ‘a’, ‘1’, ‘%’

 

Classe de dados “Lógica”

Boolean – recebe apenas valores lógicos. True (verdadeiro) ou False (falso).

Ex.: Casado := Sim ou Não.

 

Classe de dados “Estruturados”

String – recebe dados alfanuméricos. Ou seja, recebe um conjuntos de dados simples (Char). O tamanho máximo deste tipo de dados é de 255 caracteres.

Ex.:

‘anna’, ‘paula’, ‘teste123’

 

Estudaremos strings em módulos especifico mais adiante.

Os tipos de dados estruturados ArrayRecordFileSet e Text serão também estudados mais adiante.

 

EXERCICIOS RESOLVIDOS

01 – Marque (C) para correto e (I) para incorreto dente os identificadores abaixo; justificar os Incorretos.

X1YZ;

Resp.: (C)

A9PQ;

Resp.: (C)

GF,3W;

Resp.: (I) – No identificador não pode haver caracteres especiais.

123mudar;

Resp.: (I) – Os identificadores não podem iniciar com números.

Lápis.cor;

Resp.: (I) – No identificador não pode haver caracteres especiais.

Hoje amanha;

Resp.: (I) – No identificador não pode haver espaços em branco.

Xor;

Resp.: (I) Palavra reservada não pode ser usada como identificador.
2 – Escreva o tipo de dado ideal par se representar as seguintes informações.
O número de telefone;

Resp.: String. Pois somente string aceita caracteres especiais. Ex.: (34) 3222-1111

Número de moradores de um prédio;

Resp.: Integer. Número inteiro. Ex.: 25

Se uma pessoa gosta de bala ou não.

Resp.: Boolean. Somente valores verdadeiros (sim) ou falsos (não).

O valor de um casa.

Resp.: Real. Números decimais. Ex.: R$ 25.583,28.

A cor de um carro.

Resp.: String. Valores alfanuméricos. Ex.: Preto.

Resultado de uma divisão.

Resp.:Real. Números decimais. Ex.: 5 / 2 = 2,5.

Alunos de uma escola.

Resp.: Integer. Números inteiros
3 – Identificar os tipos dos seguintes dados.

‘Anna Paula’;

Resp.: String;

0.8;

Resp.: Real;

‘5.8E10’;

Resp.: Real;

True;

Resp.: Boolean;

‘?’;

Resp.: Char;

‘ ‘;

Resp.: String;

25;

Resp.: Integer;

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.