Home Tutoriais CMS Como criar sites bilingues ou multilingues no WordPress


Recentemente tenho me deparado com muitos pedidos de criação de sites bilíngue ou multilíngues (com mais de duas versões de idiomas estrangeiros). Isso se deve a todo o potencial da internet como uma ferramenta de acesso a um mercado global, e agora empresas de diversos portes estão cada vez mais interessadas em obter parceiros comerciais em mercados externos.

Para a criação de sites multilíngues em WordPress é preciso seguir alguns passos para não ter problemas com o conteúdo ou layout do site. Neste tutorial vamos abordar alguns desses passos, referenciar os plugins mais fiáveis e também algumas formas de configurar corretamente seu site para vários idiomas.

COMO ESTRUTURAR UM SITE BILÍNGUE OU MULTILÍNGUE

É a primeira decisão que devemos tomar. Como será a apresentação do site em outros idiomas, por exemplo, vamos usar subdomínios para cada idioma, uma instalação do WordPress para cada, ou vamos criar um único site com todos os idiomas com um plugin que permita a configuração de diversos idiomas.

Essa decisão pode ser baseada em uma necessidade que virá posteriormente ao desenvolvimento do site, a gestão do conteúdo. Pense em quem irá atualizar o site no futuro, em alguns casos pode ser necessária uma versão para outro idioma completa, incluindo backend e front-end do WordPress. Caso precise da versão da área administrativa prefira o método de uma instalação para cada idioma.

A versão da área administrativa ou do template podem ser facilmente manipuladas usando o método tradicional de edição de arquivos de idiomas (. Mo,. Po) através de um programa como o Poedit . O que facilita mais ainda é o fato do próprio WordPress já possuir tradução para diversos idiomas.

VÁRIAS VERSÕES DO CONTEÚDO

A tradução do conteúdo nos proporciona um desafio mais complexo. Temos que decidir se será usada a tradução automática, ou uma tradução manual para cada página do site.

Em termos de qualidade a tradução humana é sem comparação a melhor opção, proporcionando uma experiência mais agradável ao visitante, além de gerar resultados melhores para SEO. Porém o custo do serviço para tradução pode representar uma barreira para o uso desse método.

Olhando pelo lado da gestão do conteúdo essa tarefa se torna mais simples para o desenvolvedor com a ajuda de plugins do WordPress.

Exitem várias opções de plugins para Worpdpress para criação de sites Multilíngues. Vou apresentar os dois plugins mais populares disponíveis para desenvolvedores WordPress.

QTRANSLATE

QTranslate é um plugin gratuito que cria uma aba em seu editor de páginas e post para cada idioma. O principal benefício é que é relativamente fácil de configurar e sua utilização é muito simples.

Porém pode fazer posts e páginas ficarem extremamente pesadas se houver uma grande quantidade de conteúdo em cada idioma.

WPML

É um plugin premium, como opções bem completas. Com o WPML é possível organizar diferentes idiomas no mesmo domínio (em diretórios diferentes), sub-domínios ou em domínios completamente diferentes.

Cada página ou post pode ser traduzida em sua própria tela de administração. Outro benefício é a possibilidade de traduzir templates e plugins sem a necessidade de editar arquivos.

O WPML possui um sistema de gestão de serviços tradução, permitindo o simples gerenciamento de uma equipe de Tradutores. Os tradutores podem acessar apenas trabalhos de tradução atribuídos apenas a eles.

USANDO TRADUÇÃO AUTOMÁTICA

É com certeza o método mais rápido e econômico, porém fornece resultados que podem causar uma percepção não profissional do seu site para seus visitantes, pode muitas das traduções ficarem incorretas ou muito ao “pé da letra”.

Além de não gerar nenhum benefício para a otimização de seu site, pois os buscadores não terão conteúdo para ser indexados e seu site só aparecerá em resultados de pesquisas feitas no exterior caso seja solicitada a pesquisa em sites estrangeiros.

UMA SAÍDA COM BONS RESULTADOS

Uma união entre os dois métodos pode ser a saída com melhor custo benefício para seu site. Procure utilizar o método de tradução automática, como do Google Translator por exemplo, mas insira a tradução no seu site, através de um plugin como o WPML ou QTranslate.

Assim ao menos você terá ao melhores resultados quanto ao SEO do seu site. Contrate um tradutor ou revise você mesmo o conteúdo que obteve como o tradutor automático. Assim poderá oferecer melhor experiência para seus visitantes internacionais.

E você, já precisou colocar mais de uma idioma em um site? Deixe aqui sua experiência, compartilhe seu conhecimento conosco.

Abraços!

ATUALIZAÇÃO!

TRADUZINDO OS MENUS DE NAVEGAÇÃO

Me enviaram dúvidas sobre a tradução do Menu. No caso do qTraslate deve-se usar o recurso “language tags” no Rótulo de Navegação, por exemplo:

1
<!--:pt-->Orçamento<!--:--><!--:en-->Quote<!--:-->

Esse recurso pode ser usado em outros lugares do site, como em Widgets e Plugins para que a versão do site seja completa.

Fonte: http://www.escolawp.com/2013/04/como-criar-sites-wordpress-bilingues-ou-multilingues/

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.