Home Tutoriais CMS Criação de entradas em WordPress


Até este momento no manual de tudo sobre o blog vimos como configurar WordPress e adaptá-lo a nossas necessidades, mas não começamos a dar vida ao blog publicando novos conteúdos. Porém, finalmente chegamos ao momento em que vamos começar a aportar conteúdo ao nosso blog, para fazê-lo único e que de verdade valha a pena tê-lo criado, não só para nós mesmos como também para os visitantes. Devemos aportar conteúdo que realmente valha a pena publicar, original e, se possível, que ajude às pessoas que nos visitam.

Este passo é o mais importante e o que vocês repetirão mais vezes durante a vida de seu blog, já que se trata de alimentar o blog com conteúdo e é precisamente o que vamos a fazer com as entradas, dar conteúdos ao blog.

Para isso o primeiro que temos que fazer é nos situarmos na aba de escrever. Uma vez dentro podemos ver outras 3 subetiquetas. Pois bem, a que nos interessa hoje é a de entrada.

Se tocamos nela aparecerá uma página como esta:


Se vocês estiverem familiarizados com outro sistema de blog verão que é bastante similar ao resto. Teremos que por um título e em seguida, contaremos com um campo WYSIWYG, onde colocar o conteúdo de nossa entrada. Como podem observar neste campo podemos colocar imagens, criar links, e maquetar nosso texto, com negrito, listas, etc.

Nota: WYSIWYG é a abreviatura de uma frase que em português seria algo como “O que você vê é o que você escreve”. É um campo de formulário especial que nos permite escrever conteúdo enriquecido, ou seja, com parágrafos, estilo de parágrafo, listas, tabelas, etc.
Uma vez que tenhamos escrito o texto da entrada do blog, temos que passar a fazer outras tarefas para que a entrada não se perca, uma vez que esteja publicado há uns dias e já não apareça na página principal. Para tanto, temos que categorizá-lo e vinculá-lo a uma etiqueta.

Vocês têm estas duas opções justamente debaixo do campo de texto. Primeiro, o associamos a uma etiqueta, se não estiver criada podemos criá-la na hora . Fazemos o mesmo para a categoria.

Depois aparece o que se chamam as opções avançadas. Dentro destas opções podemos encontrar as seguintes opções:

Extrato: Se trata de introduzir uma espécie de descrição de nossa entrada.
Trackbacks: sistema para notificar outros blog da publicação de sua entrada
Campos personalizados: os metadados que comentamos no artigo “Gerenciar páginas com WordPress”
Comentários e ping: Damos a opção de permitir ou não os comentários e os ping de nossa entrada.
Contra senha:  podemos proteger nossa entrada com contra senha.

Uma vez tudo pronto basta ir à parte direita de nossa tela e selecionar se queremos publicar ou salvar a entrada.

Se selecionarmos salvar entrada, simplesmente se armazenará na base de dados do blog, mas não aparecerá publicada e não poderá ser vista pelos usuários que nos visitem. Se optarmos pela opção de publicar nos comunicará que a entrada foi salva e então, se tudo correu bem, teremos na página principal a entrada do blog que acabamos de criar.

Se virmos que nos equivocamos em algo teremos que voltar à zona de administração, porém desta vez temos que ir à zona de gerenciar. Dentro de gerenciar vamos à etiqueta de entradas, e veremos que aparece uma tela similar a esta, com uma lista das entradas publicadas.

Nessa lista aparece a informação principal de cada entrada, e só com clicar no titulo da entrada poderemos editá-la igual que na tela de criar uma entrada e por isso não vamos mais comentá-la. A única observação é que agora não temos a possibilidade de publicar, mas unicamente a de salvar A opção de publicar apareceria se a entrada estivesse apenas salva e não publicada atualmente.

Fonte: http://www.criarweb.com/artigos/criacao-entradas-wordpress.html

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.