Home Tutoriais Desenvolvimento Exemplo Node.JS com o módulo HTTP


Este é o módulo que nos serve para trabalhar com o protocolo HTTP, que é o que se utiliza na Internet para transferir dados na Web. Nos servirá para criar um servidor HTTP que aceite solicitações desde um cliente web e servirá como remate à introdução a Node.

Como queremos fazer uso deste módulo, em nosso exemplo começaremos por requerê-lo mediante a instrução “require()”.

var http = require(“http”);

Nota: Existem outros módulos que criam servidores como é caso de “net”, “tcp” e “tls”.

A partir deste momento temos uma variável http que na realidade é um objeto, sobre o que podemos invocar métodos que estavam no módulo requerido. Por exemplo, uma das tarefas implementadas no módulo HTTP é a de criar um servidor, que se faz com o módulo “createServer()”. Este método receberá um callback que será executado cada vez que o servidor receba uma solicitação.

var server = http.createServer(function (peticao, resposta){
resposta.end(“Ola CriarWeb.com”);
});

A função callback que enviamos a createServer() recebe dois parâmetros que são a solicitação e a resposta. Não usamos a solicitação por agora, mas contém dados da solicitação realizada. Usaremos a resposta para enviar dados ao cliente que fez a solicitação. De modo que “resposta.end()” serve para terminar a solicitação e enviar os dados ao cliente. Agora vou dizer ao servidor que se ponha em funcionamento porque até o momento só criamos o servidor e escrevemos o código a ser executado quando se produza uma solicitação, mas não o iniciamos.

server.listen(3000, function(){
console.log(“seu servidor está pronto em ” + this.address().port);
});

Com isto dizemos ao servidor que escute no porto 3000, embora pudéssemos ter posto qualquer outro porto que gostássemos. Ademais “listen()” recebe também um função callback que realmente não seria necessária, mas que nos serve para fazer coisas quando o servidor tenha sido iniciado e esteja pronto. Simplesmente, nessa função callback indico que estou pronto e escutando no porto configurado.

Código completo de servidor HTTP em node.JS

Como você pode ver, em muitas poucas linhas de código geramos um servidor web que está escutando em um porto dado. O código completo é o seguinte:

var http = require(“http”);
var server = http.createServer(function (peticao, resposta){
resposta.end(“Ola CriarWeb.com”);
});
server.listen(3000, function(){
console.log(“seu servidor está pronto em ” + this.address().port);
});

Agora podemos salvar esse arquivo em qualquer lugar de nosso disco rígido, com extensão .js, por exemplo servidor.js.

 

Nota: Se estamos em Windows poderíamos salvar o arquivo em uma pasta que se chame node em c:. A rota de nosso arquivo seria c:/node/servidor.js.

Colocar em execução o arquivo com Node.JS para iniciar o servidor

Agora podemos executar com Node o arquivo que criamos. Vamos da linha de comandos à pasta onde salvamos o arquivo servidor.js e executamos o comando “node” seguido do nome do arquivo que pretendemos executar:

node servidor.js

Então no console de comandos nos deve aparecer a mensagem que informa que nosso servidor está escutando no porto 3000.

O modo de comprovar se realmente o servidor está escutando a solicitações de clientes no tal porto é acessar com um navegador. Deixamos ativa essa janela de linha de comandos e abrimos o navegador. Acessamos a:

http://localhost:3000

Então nos teria que aparecer a mensagem “Ola CriarWeb.com”.

Conclusão sobre a introdução sobre NodeJS

Com este exemplo em funcionamento completamos material divulgado no webcast #nodeIO de introdução a NodeJS. A verdade é que, posto em palavras, impressiona a quantidade de informação que nos passou Alejandro Morales @_alejandromg, ao que mando meu mais sincero agradecimento e parabéns por essa magnífica exposição.

Em próximos webcast continuaremos falando de NodeJS e realizando outros exemplos do zero que nos podem ir soltando no mundo “Node”.

Acabo com um par de recomendações do próprio Alejandro:

  • Aprenda Javascript para poder passar depois a NodeJS com garantias. É mais importante o fato de dominar o próprio Javascript do que ter ideia de outras linguagens de programação do lado do servidor.
  • Se você tem uma base suficiente de Javascript, destine pelo menos uma semana, umas 40 horas, para aprender NodeJS e realizar algum exemplo interessante. Mostre-o a seus amigos e promova o que aprendeu e estará ajudando à comunidade de NodeJS, divulgando esta tecnologia.

Fonte: http://www.criarweb.com/artigos/exemplo-nodejs-modulo-http.html

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.