Home Tutoriais Gerência de TI Gestão de Projetos – Parte 5


“A estrada ao inferno é pavimentada com boas intenções.”

 Karl Marx

 

Gestão de pessoas

O assunto Gestão de Pessoas é bastante complexo. Pode-se definir os elementos principais e os principais atributos de um líder de pessoas moderno . Num sentido mais amplo devemos saber quem seria o nosso funcionário(liderado) ideal, descrevendo sua aparência, seu univorme(se tiver), seu comportamento, conhecimento, etc. No próximo capítulo vai estar mais detalhadamente as atribuições e as principais características do líder moderno. Numa coordenação de pessoas devemos saber das pessoas coordenadas os seguintes itens:

 

1. Valores;

 

2. Cultura;

 

3. Conhecimento;

 

4. Talentos;

 

5. Defeitos;

 

6. Inovação;

 

7. Fazer da pessoa um “Micro Projetista”.

 

1. Valores

Valores são todas as crenças do indivíduo. Os valores definem as seus pensamentos, que por sua vez os pensamentos definem as suas ações. Nos valores as pessoas determinam o que é certo ou errado e têm conceitos pré-definidos.

 

2. Cultura

A cultura no tocante ao gerenciamento e liderança de indivíduos e organizações.

 

Deve-se observar primeiramente o continente, depois o país, depois a região do país, depois os estados, e por fim a cidade e o bairro. Para facilitar o trabalho pode-se utilizar por regiões. Um exemplo é Norte Nordeste, Centro Oeste, Sudeste e Sul, sendo que assim já obtemos uma boa regionalização.

 

3. Conhecimento

Conhecimento ou capital intelectual é todo o conhecimento adquirido na vida de uma pessoa. Ele muitas vezes não depende da idade, sexo, estado civil ou localidade.

 

Atualmente, as empresas estão procurando formas de medir o capital intelectual de forma que ele contribuia para o crescimento das organizações.

 

4. Talentos

Cada indivíduo tem as suas qualificações.  O desafio moderno é que todo o potencial de um indivíduo seja aproveitado satisfatoriamente.

 

5. Defeitos

A pessoa que reclama de tudo, que coloca defeito em tudo está atualmente no rol dos “Problemáticos”. Cada caso deve ser analizado com cuidado e na maioria das vezes deve-se ser enérgico ou procurar incentivar a esta pessoa novos canais em que ela deva orientar seus impulsos. Para se antecipar no relacionamento e coordenação de pessoas devemos saber seus defeitos, não de forma a condená-las mas que ela venha a se corrigir para evitar eventuais transtornos. Neste ponto deve-se ser imparcial e ter “olho clínico” para observar comportamentos,  atitudes,  “tiques”, etc. Por exemplo a medicina atual descobriu mais de 30 faces de um recém nascido que cada uma representa um estado. Feliz, com fome,  feliz, triste,etc. Uma boa dica é a pupila dos olhos e a posição de mãos e braços.

 

6. Inovação

Dizia Einstein que “A criatividade é mais importante que a inteligência”.

 

Pois então todo indivíduo tem a sua capacidade criativa ou de inovação. O que acontece é que em muitos ambientes somente o dono ou o gerente pode dar opinião e os demais colaboradores são restringidos do processo criativo. Pode-se por exemplo a sugestão de um faxineiro que pode economizar para a companhia milhões de reais por ano. Outro desafio seria motivar o indivíduo a ser criativo e remunerar esta criatividade.

 

7. Fazer da pessoa um “Micro Projetista”

Todo indivíduo é responsável. Partindo-se desta premissa pode-se concluir que os colaboradores sabem o que estão fazendo e conhece como é feito qualquer processo a eles designado. Por exemplo um vendedor conhece os seus clientes, seu potencial de compra, seus hábitos, ou seja ele movimenta dinheiro. Neste caso pode-se utilizar uma ferramenta de Crm ou se ele tiver uma folha de papel com os clientes potenciais também serve. A melhor ferramenta de relacionamento e de projetos, por incrível que pareça não está ligado à tecnologia.  Está mais para filosofia do que tecnologia. Por exemplo a melhor ferramenta do cabelereiro é a sua agenda. Ali ele sabe todos os gostos dos clientes e até detalhes pessoais deles. É bom saber avaliar a capacidade administrativa de cada pessoa, pois assim ela poderá atingir outros degraus ou ajudar no projeto.

 

Já como líder de um projeto tem em contrapartida alguns requisitos básicos que devem ser observados num bom gerente:

 

1. Saber Ouvir;

 

2. Saber falar;

 

3. Saber Delegar;

 

4. Ser um bom observador;

 

5. Saber Decidir;

 

6. Saber como enfrentar críticas;

 

7. Saber gerenciar o tempo

 

1. Saber ouvir

Nós temos somente uma boca e dois ouvido. Isto indica que devemos ouvir mais do que falar. Tem hora que o líder tem que ser “psicólogo”, “pai  ou mãe” o que muitas vezes vai além do convívio corporativo. Muitas vezes não exite em encaminhar a pessoa com problemas para o psicóloco ou para o departamento de RH. Às vezes um problema oculta um outro maior.  Por exemplo insubordinações, comportamentos estranhos, faltas injustificadas, uso de drogas, deixar o trabalho sem permissão, brigas, produtividade reduzida esconde muita das vezes outros problemas relacionados à família, finanças, saúde, etc.

 

2. Saber falar

Boas apregoações muitas vezes são lembradas por anos a fio;

 

3. Saber delegar

É preciso saber delegar tarefas, bem como conferir a sua execução no tempo e muitas vezes no orçamentoprevisto;

 

4. Ser um bom observador

Observar as atitudes das pessoas, posição de mãos, olhos, muitas das vezes falam mais do que palavras.

 

5. Saber decidir

Tomar decisões com o máximo de precisão, ou seja com o mínimo de erro ou se possível sem erros é imprescindível para quem quer gerenciar pessoas;

 

6. Saber como enfrentar críticas

Um líder muitas das vezes quando esta gerenciando pessoas sofre críticas de todos os lados. É criticado por que fez, por que não fez, por que deveria ter feito assim, ou de outra forma, etc. Ele tem que saber que primeiro vem a sua opinião pessoal  de forma que somente opiniões ou críticas construtivas venham a ser aproveitadas.

 

7. Saber gerenciar o tempo

Existem programas de computador que nos ajudam a administrar o tempo, mas também é bom ficar atento para também não perder tempo na frente do computador.

 

Segue abaixo esta relação de itens indispensáveis para um bom controle de tempo:

 

» Calendário

 

» Lista de Compromissos(Pendências, ocorrências, visitas, etc)

 

» Telefones de emergência , e telefones de contato (clientes, fornecedores, etc), tabela de preços(se você for um vendedor). Saiba quem e aonde encontrar

 

» Lista de anotações, idéias, metas e comentários

 

Conclusão:

Neste tutorial, mostrei e defini os elementos principais numa gestão de pessoas.

Descrevi também exatamente como funciona cada um e quando devemos utiliza-lo. Também descrevi as principais características de um bom administrador ou gerente.

Fonte: http://www.juliobattisti.com.br/artigos/ger_pro/gestaoprojetos005.asp

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.