Home Tutoriais Redes IPv6 – ICMPv6 (Internet Control Message Protocol)


ICMPv6 é uma versão atualizada do protocolo ICMPv4 para ser utilizada em conjunto com o IPv6, sendo parte substancial de sua arquitetura. Sua implementação, portanto, é obrigatória em todos os nós da rede que utilizam IPv6 para se comunicar.

Embora esta versão possua as mesmas funcionalidades que a sua predecessora, como reportar erros no processamento de pacotes, realizar diagnósticos e enviar mensagens sobre as caracteristícas da rede, ambas não são compativeis e possuem diferenças significativas.

O ICMPv6 assume funções de outros protocolos, que existem isoladamente no IPv4. Tal mudança foi projetada com o simples intuito de reduzir a multiplicidade de protocolos, que é prejudicial por piorar a coerência e aumentar o tamanho das implementações.

Os protocolos usados no IPv4, que não existem mais no IPv6, cujas funcionalidades foram agregadas pelo ICMPv6, são:

  • ARP (Address Resolution Protocol), cujo o objetivo é mapear os endereços fisicos através do endereços lógicos.
  • RARP (Reverse Address Resolution Protocol), que realiza o inverso do ARP, mapeando os endereços lógicos para endereços fisicos.
  • IGMP (Internet Group Management Protocol), que atua com o gerenciamento de membros de grupos multicast.

É importante notar, em especial, que o ARP e RARP, no IPv4, são protocolos que podem ser descritos como operando entre as camadas 2 e 3 do modelo ISO/OSI. Em especial, eles não dependem de pacotes IP. O ICMPv6 é um protocolo de camada 3, mas é encapsulado em um pacote IP. Isso implica que firewalls operando na camada de rede, com o IPv6, podem bloquear funções extremamente básicas como a descoberta dos vizinhos e a autoconfiguração.

Uma outra diferença que se convém ressaltar é a utilização do ICMPv6 pelos subsequentes protocolos e funcionalidades:

  • MLD (multicast Listener Discovery), que opera com o gerenciamento dos grupos multicast.
  • NDP (Neighbor Discovery Protocol), que é responsável por identificar e conhecer caracteristicas da vizinhança.
  • Path MTU discovery, que trabalha no processo de descoberta do menor MTU em comunicação entre dois nós.
  • Mobility support, que cuida do gerenciamento de endereços de origem dos host dinamicamente.
  • Autoconfiguração Stateless, que permite a aquisição de endereços globais sem o uso de DHCP.

Deve-se ter em mente que, de forma geral, o ICMPv6 é muito mais importante para o funcionamento do IPv6, do que o ICMP é para o funcionamento do IPv4.

A seguir serão apresentados sua identificação, localização, o formato de seus pacotes e suas classes.

Fonte: http://ipv6.br/entenda/funcionalidades/

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.