Home Tutoriais Design Lote com Photoshop para executar uma ação sobre os arquivos de um...


Às vezes temos que realizar ações repetitivas sobre vários arquivos gráficos que existem em nosso computador, como mostrá-los em dimensões determinadas, aplicar filtros ou colocar uma moldura… para tudo isto pode ser que tenhamos que fazer sobre dezenas ou centenas de imagens que teremos que utilizar em um web site. Portanto, simplesmente vamos aprender a fazê-lo de uma só vez, o que nos economizará tempo ou dores de cabeça.

Então, vamos criar uma ação de Photoshop para poder logo aplica-la em todos os arquivos de uma pasta. Neste caso, vamos realizar uma ação muito simples, como aplicar níveis automáticos, o que geralmente serve para melhorar a cor da fotografia.

Una vez criada a ação, vamos criar o diretório com os arquivos que vamos editar. É recomendável criar um diretório específico onde colocaremos as cópias de todos os arquivos que desejarmos modificar. Atenção a este ponto, pois no diretório devemos colocar cópias dos arquivos e deixar os originais em outro lugar seguro. Não tocaremos nos originais, somente nas cópias, de modo que se não gostarmos do resultado obtido sempre poderemos voltar aos originais para tentar processa-los de novo ou realizar outras ações.

Por tanto, criamos em algum lugar uma pasta ou diretório onde colocamos as cópias de um montão de arquivos, todos esses arquivos que desejarmos modificar em um processo automático.

Criar o lote de automatização com Photoshop

Agora vamos definir o lote de para realizar a automatização com Photoshop. Para isso, vamos à opção de menu “Arquivo – Automatizar – Lote…”. Sairá então uma janela onde temos que definir várias coisas para configurar a automatização:

Grupo onde está a ação que desejamos executar. Isto se pode ver na janela de ações.
Nome da ação a executar: Este é o nome que colocamos à ação que queremos executar em todos os arquivos do diretório.
Origem, Pasta: que queremos que a origem ou arquivos fonte que serão processados estejam em uma pasta.
Seleção da pasta onde estão os arquivos: Há que clicar o botão selecionar para escolher a pasta onde estejam os arquivos origem.
Destino: O que queremos fazer com os arquivos resultantes depois de ter aplicados a ação. Neste primeiro caso selecionamos “salvar e fechar”.

Isso é tudo o que há que configurar para este primeiro caso. Quando apertamos o botão OK começará a processar o lote automaticamente. Todos os arquivos da pasta selecionada se abrirão e se executará sobre eles a ação. Logo, serão salvos e fechados.

Especificar que os arquivos processados se salvem em outra pasta e com propriedades determinadas

Como podemos comprovar, se realizamos os passos anteriores para processar o lote, os arquivos resultantes se salvam em nossos diretórios de origem subscrevendo aos arquivos que estavam na pasta a processar.

Em cada arquivo a salvar nos pede as propriedades do jpg que queremos salvar. Isto pode estar bem, se desejamos ajustar a qualidade dos arquivos um a um, porém, pode ser que desejemos marcar uma qualidade ou propriedades do jpg e que sejam os mesmos para todos os arquivos a processar. Ainda assim, podemos desejar que os arquivos resultantes se salvem em outra pasta destino, sem subscrever aos arquivos originais ou as cópias que tínhamos colocado na pasta a processar.

Para conseguir isto, podemos fazer uma ação mais complexa, onde também armazenaremos o passo de “salvar” ou de “salvar como” e o de “fechar”.

Para isto vamos criar uma ação nova ou modificar a ação que tínhamos criada anteriormente. Em nosso caso criaremos uma ação nova onde gravaremos primeiro o passo de níveis automáticos, logo o passo de “salvar”. Então, ao salvar nos solicitará as propriedades do jpg. Colocaremos aqui as propriedades do jpg com as que queremos que se salvem todos os arquivos. Finalmente, fechamos o arquivo. Se fizermos um “salvar como” poderemos selecionar a pasta onde queremos que se armazenem os arquivos resultantes, que não tem porque ser a mesma que na que estão os arquivos de origem. Finalmente, fecharemos o arquivo. A ação ficará como isto:

Em qualquer momento podemos editar as propriedades da ação para definir de novo uma nova qualidade do jpg ou um novo lugar onde salvar os arquivos, por exemplo.

Então, voltaremos a executar o processamento automático do lote, com o menu “Arquivo – Automatizar – Lote…”, mas desta vez indicaremos que a ação será a nova ação de photoshop que criamos e que o destino é “nenhum”, porque o próprio destino ficou dentro das propriedades da ação que vai se executar.

Com isso, conseguiremos que se processem todos os arquivos da pasta automaticamente sem que nos pergunte nada para cada um deles.

Fonte: http://www.criarweb.com/artigos/lote-com-photoshop-para-executar-acao.html

   
Similar articles
0 1179

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.