Home Matérias / Concurso Geografia Pesquisadores criam alternativa quântica para silício em computadores


Praticamente qualquer eletrônico atualmente usa transistores de silício para funcionar e processar dados. Acontece que a velocidade com que esses pequenos dispositivos conseguem transportar elétrons está quase chegando ao limite, principalmente quando estamos falando de computadores e outros eletrônicos de alto volume de processamento. Uma solução que parece viável aos transistores comuns sãos MIM (metal-isolante-metal), dispositivos quânticos que conseguem transmitir elétrons quase instantaneamente.

Esse material tomaria o lugar do silício em computadores, tornando as máquinas muito mais rápidas. Basicamente, teríamos os tão esperados PCs quânticos domésticos caso a tecnologia criada na Universidade de Oregon, no EUA, seja incorporada aos processos industriais em breve.

A notícia sobre essa possibilidade apareceu em um artigo dos pesquisadores da universidade norte-americana comentando sobre as melhorias que foram feitas no sistema MIM. Agora, com mais um componente isolante incorporado, a sigla se tornou MIIM, que representa um provável substituto para os transistores de silício.

Os pesquisadores da Universidade de Oregon não chegam a comentar de nenhuma data prevista para que a tecnologia MIIM seja adotada pela indústria para criar computadores quânticos, mesmo o sistema sendo barato de ser incorporado.

Caso a arquitetura baseada em MIIM realmente vá para frente, smartphones e tablets também poderão ser beneficiados com processamento muito superior ao que vemos atualmente. Você acha que dessa vez vai?

Fonte: http://www.tecmundo.com.br/computacao-quantica/44205-pesquisadores-criam-alternativa-quantica-para-silicio-em-computadores.htm