Home Matérias / Concurso Português – Encontros vocálicos


Para que possamos entender os encontros vocálicos, precisamos saber que a língua portuguesa apresenta três tipos de fonemas: vogais, semivogais e consoantes.

Desses três fonemas, dois são formadores dos encontros vocálicos: as vogais e semivogais.

Então, vamos definir o que é vogal e semivogal.

Vogal – é o fonema sonoro que chega livremente ao meio exterior sem fazer ruído. É o elemento básico para a formação da sílaba.

Exemplo:

Pedido retiro

V  v v   v v v
Semivogal – consideramos semivogais o i e o u, átonos, quando se unem a uma vogal, formando uma sílaba.

Exemplo: peixe, ameixa.

Vsv        vsv

Observação:

i e o u serão classificados como vogal se for à base da sílaba, se estiverem unidos a uma vogal será semivogal.

Exemplo:

Mi to, pexe, saudade, puma.

V v vsv vsv v

Então, podemos definir encontro vocálico da seguinte maneira: a seqüência de sons vocálicos (vogal/semivogal) um imediatamente após o outro em uma palavra.

Classificamos esses encontros em:

Ditongo

Tritongo

Hiato

 

DITONGO

É uma vogal e uma semivogal juntas na mesma sílaba. O ditongo é classificado em:

Ditongo crescente

Ditongo decrescente

Ditongo oral

Ditongo nasal

 

DITONGO CRESCENTE

É formado por semivogal + vogal.

Exemplo:

Quarto prêmio

 

DITONGO DECRESCENTE

É formado por vogal + semivogal.

Exemplo:

Feixe mão frouxo

 

DITONGO ORAL

Pronunciado totalmente pela boca.

Exemplo:

Feixe véu prêmio

 

DITONGO NASAL

Pronunciado parte pelo nariz e parte pela boca.

Exemplo:

Anão portão

Observação:

Não aparece escrita a semivogal no ditongo em (ẽi) e am (ãu).

Exemplo:

Amém (amẽi) importam (importãu)

Abaixo a relação dos ditongos decrescente e crescente:

 

DITONGO DECRESCENTE

ÃE – mãe

AI – sair

ÃI – câimbra

ÃO – anão

AU – grau

ÉI – anéis

EI – feixe

ẼI – entrem

ÉU – fogaréu

EU – teu

IU – aboliu

ÕE – põe, pulmões

ÓI – destrói

OI – coice, foice

OU – pouco, touro

UI – ruiva

ỮI – muita

 

DITONGOS CRESCENTES

EA – área

EO – páreo

IA – sorria

IE – espécie

IO – curiosa

OA – perdoa

UA – água

UÃ – quando

EU – tênue

UẼ – agüenta

UI – tranqüilo

UO – ingênuo

 

TRITONGO

É o encontro vocálico formado por semivogal + vogal + semivogal formando uma só sílaba. Existem dois tipos de tritongo:

Tritongo oral

Tritongo nasal

 

TRITONGO ORAL

Pronunciado totalmente pela boca.

Exemplo:

Uruguai quaisquer

 

TRITONGO NASAL

Pronunciado em parte pelo nariz.

Exemplo:

Saguão quão

 

HIATO

É o encontro de duas vogais pronunciadas em sílabas diferentes.

Exemplo:

Juízo – ju – í – zo

Cooperativa – co – o – pe – ra – ti – va

Saída – sa – í – da

Observação:

As palavras como veia, saia, praia, etc, podemos ver um hiato (vei-a, sai-a, prai-a) ou dois ditongos (vei-ia, sai-ia, prai-ia).

A seguir uma questão sobre encontro vocálico:

 

(Unirio – RJ) – Há inúmeras palavras na língua portuguesa em que é indiferente considerar-se o encontro vocálico como ditongo crescente ou hiato. Assinale o item em que tal fato não ocorre, isto é, em ambas só podemos ter ditongo:

a)ofício, cuidou

b)matrimônio, melancolia

c)Rubião, Sofia

d)riquezas, oblíquos

e)freqüentes, quase.

Resposta (e)

 

ENCONTRO CONSONANTAL

É o encontro de duas ou consoantes, sem a presença de vogais, desde que não constituam dígrafos.

Psicologia, sangue, ringue, pinto.

Podem ser inseparáveis ou separáveis.

 

INSEPARÁVEIS

Crônico – crô-ni-co

Bravo – bra-vo

Planta – plan-ta

 

SEPARÁVEIS

Admirável – ad-mi-rá-vel

Ritmo – rit-mo

 

DÍGRAFO

São duas letras que representam um só fonema. São dígrafos:

Os terminados na letra H, com CH, NH, LH.

Exemplo:

Palhaço, ninhada, chuvisco.

Os formados pelas letras RR e SS.

Sorriso, passeio, churrasco, assunto.

GU, QU, SC, SÇ, XC, XS

Exemplo:

Guerreiro, quilograma, nascimento, cresça, exceção, exsurgir.

 

SÍNTESE DO TUTORIAL

Vimos nesse tutorial que:

Encontro vocálico é a seqüência de sons vocálicos (vogal/semivogal) um imediatamente após o outro em uma palavra.

Vogal é o fonema sonoro que chega livremente ao meio exterior sem fazer ruído.

Consideramos semivogal o i e o u, átonos, quando se unem a uma vogal, formando uma sílaba.

Ditongo – é uma vogal e uma semivogal juntas na mesma sílaba. Ele é classificado em ditongo crescente, ditongo decrescente, ditongo oral e ditongo nasal.

Tritongo – é encontro vocálico formado por semivogal, vogal e semivogal. Existem dois tipos de tritongo: oral e nasal.

Hiato – é o encontro de duas vogais pronunciadas em sílabas diferentes.

Encontro consonantal – é o encontro de duas ou consoantes, sem a presença de vogais, desde que não constituam dígrafos.

Dígrafos – São duas letras que representam um só fonema.

Fonte: http://www.juliobattisti.com.br/tutoriais/josebferraz/encontrosvocalicos001.asp

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.