Home Matérias / Concurso Português – Período composto


As orações podem ser constituídas da seguinte forma:

Períodos simples » são aqueles formados por uma só oração.

Exemplo:

O mar estava calmo. (Aparece apenas um verbo: estava. Logo, período simples).

Períodos compostos » são aqueles formados por duas ou mais orações.

Exemplo:

A sessão começou calma e terminou agitada. (Aparecem dois verbos: começou e terminou. Logo, período composto).

O período composto pode ser classificado em:

Coordenação;

Subordinação.

Nesse primeiro tutorial falaremos sobre Período Composto por Subordinação, cujo período é formado por uma oração principal e uma oração subordinada.

As orações subordinadas podem ser:

– oração subordinada substantiva;

– oração subordinada adjetiva;

– oração subordinada adverbial.

 

ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS

Como o próprio nome diz, são orações que exercem as funções sintáticas dos substantivos. Vejamos como são classificadas e quais as funções exercidas:

CLASSIFICAÇÃO DA ORAÇÃO FUNÇÃO EXERCIDA
Subjetiva Sujeito da oração principal
Objetiva direta Objeto direto do verbo da oração principal
Objetiva indireta Objeto indireto do verbo da oração principal.
Predicativa Predicativo do sujeito da oração principal.
Completiva nominal Complemento nominal de um termo da oração principal.
Apositiva Aposto de um termo da oração principal.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA SUBJETIVA

Exerce a função de sujeito da oração principal.

Exemplos:

É necessário que você estude o projeto.

Foi decidido que o veículo fará uma revisão completa.

Sabendo que a oração subordinada substantiva subjetiva funciona como sujeito, não poderá haver sujeito dentro da oração principal.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA OBJETIVA DIRETA

Funciona como objeto direto do verbo da oração principal.

Exemplos:

Os estudos mostram que muitos jovens são viciados em álcool.

O gerente explicou que metas foram alcançadas.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA OBJETIVA INDIRETA

Funciona como objeto indireto do verbo da oração principal. Assim como o objeto indireto, a oração subordinada objetiva indireta é iniciada por uma preposição.

Exemplos:

A empresa necessitava de que a mercadoria fosse entregue.

Os trabalhadores aspiram a que respeitem seus direitos trabalhistas.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA COMPLETIVA NOMINAL

Funciona como complemento nominal de um substantivo, adjetivo ou advérbio da oração principal.

Exemplos:

Roberto estava convicto de que Elis voltaria.

A estudante estava esperançosa de que a prova sobre o sistema biológico fosse fácil.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA PREDICATIVA

Exerce a função de predicativo do sujeito da oração principal.

Exemplos:

Nossa esperança é que as nações busquem a paz.

Nossa preocupação era que Roberto permanecesse doente.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA APOSITIVA

Funciona como aposto da oração principal, ou seja, funciona como uma explicação de uma palavra da oração principal.

Exemplos:

A esperança dos países pobre é uma: que a distribuição de renda seja mais justa.

Só lhe peço isso: que me obedeça.

A seguir veremos alguns exercícios resolvidos.

Nas frases abaixo o termo destacado tem sua função sintática indicada entre parênteses. Vamos substituí-lo por uma oração subordinada substantiva equivalente.

a) É aconselhável a sua permanência na sala. (sujeito)

É aconselhável que você permaneça na sala.

Oração subordinada substantiva subjetiva

b) Só esperávamos uma coisa: a chegada do aniversariante. (aposto)

Só esperávamos uma coisa: que chegasse o aniversariante.

Oração subordinada substantiva apositiva

c) Divulgou-se a demissão do ministro.

Divulgou-se que o ministro foi demitido.

Oração subordinada substantiva subjetiva

 

ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA

São orações que têm o valor e a função do adjetivo. Sempre se referem a um substantivo ou pronome da oração principal. São sempre iniciadas por pronomes relativos (que, quem, qual, quanto, onde, cujo).

Exemplos:

O computador japonês causou boas impressões.

Adjetivo

O computador que é japonês causou boas impressões.

Oração subordinada adjetiva

É um trabalho emocionante.

Adjetivo

É um trabalho que emociona.

Oração subordinada adjetiva

 

CLASSIFICAÇÃO DA ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA

Dependendo do sentido que as orações subordinadas adjetivas têm no texto, elas podem ser classificadas como:

RESTRITIVAS

EXPLICATIVAS

 

ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA RESTRITIVA

São aquelas que restringem o sentido do substantivo ou pronome a que se referem.

Exemplos:

Os políticos que são honestos merecem nosso respeito.

Oração subordinada adjetiva restritiva

De acordo com a oração não são todos os políticos que merecem respeito, mas apenas um conjunto restrito, ou seja, aqueles que são honestos.

Ele implantou o sistema que nós desenvolvemos.

Oração subordinada adjetiva restritiva

A oração que nós desenvolvemos restringe o significado da palavra sistema. Ele não implantou um sistema qualquer e sim um sistema específico, ou seja, o que nós desenvolvemos.

 

ORAÇÃO SUBORDINADA ADJETIVA EXPLICATIVA

São orações que servem para esclarecer melhor o sentido do termo a que se refere, explicando detalhadamente sua característica principal.

Exemplos:

O problema, que era de fácil resolução, deixou os alunos apreensivos.

Oração subordinada adjetiva explicativa

O aluno, que era irresponsável, vivia faltando às aulas.

Oração subordinada adjetiva explicativa

Veremos alguns exercícios resolvidos sobre oração subordinada adjetiva.

Transformar o adjetivo destacado em oração subordinada adjetiva:

a) Eles escreviam cartas emocionantes.

Eles escreviam cartas que emocionavam.

b) Os avós tinham atitudes agradáveis.

Os avós tinham atitudes que agradavam.

 

SÍNTESE DO TUTORIAL

O período composto pode ser classificado em:

Coordenação;

Subordinação.
As orações subordinadas podem ser classificadas em:

Oração subordinada substantiva

Oração subordinada adjetiva

Oração subordinada adverbial.

 

A oração subordinada substantiva pode ser classificada em:

Subjetiva » tem a função de sujeito;

Objetiva direta » tem a função de objeto direto;

Objetiva indireta » tem a função de objeto indireto;

Predicativa » tem a função de predicativo do sujeito;

Completiva nominal » tem a função de complemento nominal;

Apositiva » tem a função de aposto.

 

As orações subordinadas adjetivas podem ser classificadas em:

Restritivas » são aquelas que restringem o sentido do nome a que se refere;

Explicativas » explicam melhor o nome a que se refere.

Fonte: http://www.juliobattisti.com.br/tutoriais/josebferraz/periodocomposto001.asp

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.