Home Tutoriais CMS Quem é o dono do seu Blog?


Você é um dos milhões de blogueiros que usa WordPress.com, Blogger, Tumblr ou outra plataforma gratuita de blogs? Então o que eu vou dizer agora pode gerar um pouco de polêmica, mas acontece que o seu blog não te pertence, nunca te pertenceu. É estranho, mas é a verdade.

Se você possui um blog em uma plataforma gratuita de blogs é melhor ler com bastante atenção os Termos de Serviço, pois a menos que você tenha hospedado seu site em um servidor próprio e tenha comprado um domínio, seu blog não pertence a você. O conteúdo talvez. O blog não.

Para entender melhor o que eu vou explicar, leia dois trechos dos Termos de Utilização de Serviços da Google, que se estendem também ao Blogger:

A Google pode ainda deixar de fornecer os serviços ao utilizador ou adicionar ou criar novos limites aos serviços em qualquer momento.

Podemos adicionar ou remover funcionalidades ou características, bem como suspender ou parar totalmente um serviço.

A Automattic, empresa que controla o WordPress.com, não é diferente e deixa isso bem evidente em duas partes dos seus Termos de Serviço:

A Automattic poderá rescindir seu acesso a todo ou qualquer parte do website, a qualquer momento, com ou sem justa causa, com ou sem aviso prévio, com efeito imediato.

A Automattic pode encerrar o site imediatamente como parte de uma desativação geral do nosso serviço.

O Tumblr segue a mesma linha e se mostra ainda mais claro nesse trecho dos seus Termos de Serviço:

Tumblr tem o direito de criar limites relacionados ao uso dos serviços a seu exclusivo critério, a qualquer momento, com ou sem aviso prévio. Tumblr também pode impor limites a certos serviços ou aspectos desses serviços ou restringir seu acesso a partes ou a totalidade dos serviços, sem aviso ou responsabilidade. Tumblr pode alterar, suspender ou descontinuar qualquer um ou todos os serviços a qualquer momento, incluindo a disponibilidade de qualquer produto, recurso, banco de dados ou conteúdo. O Tumblr também pode suspender as contas a qualquer momento a seu exclusivo critério.

Todos os outros serviços gratuitos de blogs, sem exceções, possuem trechos semelhantes em seus Termos de Serviço. Mas então as empresas por trás desses serviços são do mal? Não! Essas empresas querem apenas garantir o seu lado, como qualquer outra empresa. O problema é que se um dia alguma dessas empresas resolver encerrar os seus serviços de blogs, você não poderá fazer nada contra isso.

Não estou escrevendo isso para difamar a Google e seu Blogger, ou falar mal da Automattic e seu WordPress, e muito menos para denegrir a imagem do Tumblr. Esse artigo serve apenas para você esteja consciente desses fatos e cuide do seu lado do mesmo modo que essas empresas garantem o lado delas.

E isso não é tudo. Existe ainda o perigo de que outras empresas comprem a plataforma de blogs que você utiliza e resolvam encerrar o serviço, ou pior ainda, a empresa que controla a sua plataforma de blogs pode falir ou até ser fechada pelo governo!

Se você acha que estou exagerando, lembre-se que em 2009 a Microsoft avisou que iria fechar sua plataforma de blogs, o Windows Live Spaces. A empresa forneceu um meio para que todos migrassem seus blogs para o WordPress.com, mas ela exportava apenas parte do conteúdo e assim os widgets, livros de visitas, listas e notas dos blogs não puderam ser transferidos. Seis meses depois todos os 30 milhões de blogs do Windows Live Spaces foram excluídos e o serviço desativado. Para sempre.

Ainda não está convencido? Então lembre-se do início desse ano quando o Megaupload foi fechado pelo FBI e as pessoas e empresas que usavam o serviço para armazenar arquivos perderam tudo e sem direito a reclamações! Outro exemplo foi agora em junho, quando a Google comprou a empresa Meebo e encerrou seus serviços em menos de uma semana, deixando milhões de usuários a ver navios.

Se coisas assim já aconteceram antes, nada impede que algo parecido aconteça com a plataforma de blogs que você usa, por isso melhor maneira de evitar surpresas é adquirir uma hospedagem paga para seu blog, mas como eu sei que nem todo mundo está disposto a gastar com uma hospedagem profissional, aqui vão algumas coisas que você DEVE fazer para garantir que seu blog continuará vivo, mesmo no pior dos cenários:

Faça Back-up

Isso serve não só para blogs em serviços gratuitos, mas para qualquer site. Realize back-ups de todo o conteúdo (artigos, imagens, comentários) uma vez por semana e back-ups da estrutura do blog (template, componentes, widgets) sempre que fizer uma alteração.

Se o serviço for cancelado ou seu blog for excluído, você terá tudo arquivado e não precisará começar do zero.

Domínio próprio

Se você estiver usando um domínio próprio, mesmo que o seu blog seja excluído, quando você for restaurá-lo através do back-up em outro serviço, a estrutura das URLs continuará a mesma. Desse modo você não perde posições no Google e as páginas não darão erro.

Outro motivo para ter um domínio próprio são os leitores, uma vez que eles poderão continuar acessando seu blog, mesmo que você mude de serviço, pois como eu disse antes, as URLs continuarão as mesmas, inclusive a da página principal, que é de longe a mais importante.

E por favor, não venha com a desculpa que não tem dinheiro para comprar um domínio, eles custam menos de R$ 30,00 por ano! Se você não está disposto a gastar o equivalente a míseros R$ 2,50 por mês com um domínio, então eu sinto muito, mas você não merece o blog que tem.

Estude!

Se o seu blog for deletado é ideal já estar familiarizado com o serviço para onde você pretende migrar seu blog. Por exemplo, digamos que você use o Blogger, mas ele deixe de funcionar e você decida migrar tudo para o WordPress.com, é importante você já conhecer como ele funciona, como é a interface e assim por diante. Por isso mesmo que seu blog seja em uma determinada plataforma é interessante ir estudando outras plataformas e visitando regularmente alguns blogs criados nelas.

Faça testes, muitos testes

Não existem garantias de que tudo o que você tem no seu Blogger vá funcionar em outras plataformas, e vice-versa, por isso o correto é criar blogs fechados (que só você tenha acesso) no Tumblr, WordPress.com e outras, apenas para fazer testes, ver como funciona a área para importar back-ups de outros blogs e também aproveitar para aprender.

Fique informado

Essa é de longe a mais importante das dicas. Você deve estar sempre informado sobre o que está acontecendo no mundo da tecnologia, principalmente com relação a empresa que controla a plataforma de blogs que você usa.

Fonte: http://www.criarsites.com/quem-e-o-dono-do-seu-blog/#ixzz2GRdptjy3

   

Leave a Reply

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.