Normalmente um notebook para gamers é sinônimo de muita potência, design extravagante e preços exagerados. Sem deixar a boa configuração de lado, o Avell Titanium B153 confia em um visual mais sóbrio e roda os principais jogos com gráficos bem trabalhados por 2.599 reais.

A responsabilidade por dar conta de satisfazer os jogadores sem doer muito nos bolsos fica a cargo da GeForce GT 640M, uma controladora gráfica com 1 GB de memória dedicada. O notebook também é equipado com 8 GB de memória RAM DDR3 de 1.600 MHz, 500 GB de HD e um processador  Intel Core i5-3230M, com dois núcleos de 2,5 GHz, mas que podem atingir 3,2 GHz.

Nos testes do INFOlab, o Titanium B153 marcou 3.791 pontos no benchmark PCMark 7 e 6.240 pontos no Geekbench. Para uma máquina dessa faixa de preço, os resultados estão bem acima da média. Nos softwares que avaliam o desempenho com vídeo, os números também não desapontam. A GT 640M garantiu 1.720 pontos no benchmark 3DMark 11. Ainda que seja muito inferior a máquinas mais poderosas, como o MSI GT70 que atingiu 3.571 pontos no 3DMark 11, o Avell superou o Razer Blade, que marcou 1.564 pontos e custa mais de 9 mil reais.

Rodando o game Battlefield 3 com os gráficos no nível médio, o B153 manteve uma taxa constante de 50 quadros por segundo. Com os gráficos no nível Alto, a taxa cai para 33 quadros por segundo. O ideal para games, em especial os de tiro em primeira pessoa, é que a taxa fique pouco acima dos 30 quadros por segundo, assegurando movimentos fluidos mesmo nos momentos de maior ação. Com os gráficos no nível Ultra (máximo de detalhes), a taxa de quadros por segundo cai para 20.

Um ponto fraco do notebook é a tela. Com 15,6 polegadas e acabamento fosco, traz uma resolução baixa para a categoria. São 1.366 por 768 pixels. A maioria dos notebooks para games conta com telas full HD (1.920 por 1.080 pixels).

Para alimentar todos os componentes, a Avell apostou em uma bateria de 6 células e 5.200 mAh. Em nossos testes ela durou 63 minutos. Mesmo entre os notebooks para jogos, a duração não é das melhores.

Com mais de 2 quilos, o B153 é um notebook grande. Graças ao espaço de sobra há um teclado completo bastante confortável. Inclusive com teclas numéricas. Por ser bastante espesso, o uso prolongado pode causar certo desconforto nas mãos. A digitação no entanto é bastante confortável. O trackpad infelizmente não compartilha dos mesmos atributos do teclado. É pequeno e mais achatado que o normal. Há uma textura bem áspera que difere a área de toque do restante da carcaça. Útil para o uso no escuro. Entre os botões há um leitor biométrico, um recurso normalmente ausente nas máquinas para jogos.

O notebook também traz o número padrão de conexões. São 4 USB no total, sendo duas 3.0 e duas 2.0. Há também um leitor de cartões SD, MS e MMC, gravador de DVD, saídas D-Sub (VGA) e HDMI, Gigabit Ethernet, Bluetooth 3.0 e Wi-Fi 802.11 b/g/n.

Fonte: http://info.abril.com.br/reviews/notebooks/avell-titanium-b153.shtml

   
Similar articles